Notícia

Encaminhar esta notícia Imprimir esta notícia Aumentar fonte Diminuir fonte

Falta de área apropriada para o descarte de entulho motiva pedido de informações à Prefeitura

05/02/2018

O vereador Valdenor de Jesus Gonçalves Fonseca, o Jesus Vendedor (DEM), por meio de requerimento protocolado hoje (5), pede informações à Administração Municipal a respeito da falta de área apropriada para o descarte de entulho em Santa Bárbara d’Oeste. O parlamentar cita reportagens de diferentes veículos de comunicação veiculadas na última sexta-feira (2), segundo as quais os caçambeiros barbarenses estão tendo prejuízos nos negócios, dispensando clientes, uma vez que o local regularizado para despejo dos entulhos em nosso município está fechado há mais de uma semana por estar com a capacidade esgotada.

“Devido a esta situação, as empresas do ramo estão acumulando caçambas cheias e depositando as mesmas em vias públicas e terrenos particulares, aguardando um posicionamento do Poder Executivo Municipal em disponibilizar uma nova área para receber tais entulhos”, afirmou o vereador, ressaltando que a outra área mais próxima fica localizada em Nova Odessa, o que torna o custo do transporte inviável. Além disso, Jesus afirma que o atual impasse pode vir a causar problemas à saúde da população, uma vez que além da poluição visual espalhada por vários pontos da cidade, o acúmulo de materiais inservíveis pode servir de criadouro de pragas urbanas e até mesmo do mosquito transmissor de doenças como a dengue, zika vírus e febre amarela.

No pedido de informações, Jesus indaga onde as empresas podem descartar seu entulho de forma regular e se essa área recebe apenas descarte da construção civil ou outros tipos de materiais. O tempo utilizado e a capacidade total da área em metros cúbicos são outros questionamentos feitos pelo vereador, que pergunta, também, se houve algum apontamento de órgão ambiental para encerrar o despejo regularizado de materiais no referido local e se a Prefeitura já está providenciando nova área para receber o descarte de caçambeiros.

Caso a Prefeitura esteja abrindo uma nova área para esse tipo de descarte, Jesus pergunta a localização, área total e capacidade em metros cúbicos de entulho, assim como expectativa de vida útil do referido local. O prazo estimado para regularização e início do funcionamento dessa área são outros questionamentos do vereador. O parlamentar também pergunta se a Administração tem adotado medidas para que as caçambas cheias e espalhadas pela cidade não venham causar problemas de saúde pública e se houve alguma notificação aos proprietários das caçambas para retirarem as mesmas das vias públicas. Por fim, ele questiona o custo da disponibilização de uma nova área para o despejo de entulho.

Área disponibilizada pela Prefeitura atingiu sua capacidade


Publicada por em 05/02/2018

Receba as notícias da Câmara em seu email